Eliminado em 2016, sarampo volta a ser motivo de preocupação
Vacina_Quintella

Considerado erradicado no Brasil, o sarampo volta a ser motivo de preocupação. A doença já foi registrada em cinco estados, sendo que Amazonas e Roraima vivem um surto da doença. No fim do mês passado, uma criança de 7 meses morreu, em Manaus, em decorrência do vírus. O fim trágico poderia ter sido evitado, caso a criança tivessem recebido a imunização pela vacina.

Os índices de vacinação contra o sarampo é motivo de preocupação. Segundo dados do Ministério da Saúde, vinte estados e o Distrito Federal não atingiram a meta de vacinar 95% das crianças. São Paulo (74,31%), Pará (68,45%) e Acre (75,26%) apresentam os piores índices registrados, em 2017.

A vacina contra o sarampo não é restrita ao público infantil. Brasileiros com mais de 26 anos que não tiveram a doença também devem se imunizar. Quem tem até 29 anos recebe duas doses da vacina, pessoas entre 30 e 49 recebem uma e os maiores de 50 anos não precisam se imunizar.

A vacina para sarampo pode ser encontrada na rede pública de saúde.

Cadastre-se aqui 

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu